TRADUTOR

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

O QUE FAZER QUANDO NÃO HÁ SACERDOTE NO LAR?



Temos ensinado que o homem, como cabeça do lar, tem três responsabilidades especificas:
01 - Ser o sacerdote da família.
02- Ser o profeta da família.
03 - ser o provedor da família.

Em Provérbios 11:14, Salomão diz:
Não havendo sábia direção, cai o povo; 

Em Ezequiel 22:30 a Bíblia ensina: 
E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o 
muro, e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; porém a ninguém achei.


Hoje deparamos em muitos lares com a seguinte situação: 

A maioria dos homens não tem qualquer percepção de suas responsabilidades quando se casaram e se envolveram em um relacionamento emocional e sentimental. Isso é levado de maneira tão negligenciada, que por vezes, alguns desses “cabeças do lar” não conhecem quaisquer das responsabilidades de um “homem de verdade”. Se não sabem nem as obrigações de marido, custa-nos crer que essa pessoa sequer saberá como agir como um SACERDOTE, representando sua família diante de Deus.

Muitas mulheres tem me questionado, sobre o que fazer numa situação dessas?
Deixar a família ir por água abaixo?
Deixar a vida espiritual da família a Deus dará?

Sabemos que a responsabilidade de ser o SACERDOTE (INTERCESSOR) da família é do cabeça do lar, ou seja, do marido. Porém, se o mesmo é negligente a  essa responsabilidade, alguém tem que tomar para sí esse compromisso, pois a família não pode ficar sem um intercessor.

Salomão ensina em Provérbios 14:1 :
Toda mulher sábia edifica sua casa, mas a tola a destrói com suas próprias mãos.

Se o marido não assume o seu papel, infelizmente essa sobre-carga é assumida pela esposa, que não deseja que seu lar venha a ser destruído.

O profeta Ezequiel diz que Deus busca alguém que estive na brecha, reparando os muros para que a cidade não fosse destruída.
Esta cidade, é a sua família, e o muro é a sua proteção.
Deus deu ao homem essa responsabilidade  porém ele procura alguém que esteja lutando pela proteção de sua família.
Esposa, não desista.
Continue intercedendo pela sua família e principalmente pelo seu cônjuge  para que o Espirito Santo venha a fazer uma grande obra na vida e no coração de seu companheiro e assim, ele assuma a sua posição sacerdotal.
Seja, a mulher sabia que edifica a sua casa.
Se necessário, assuma a direção espiritual da família com cultos domésticos e levando seus filhos a igreja e principalmente a Escola Bíblica Dominical.

Jeremias 33:3, o Senhor nos diz: Clama a mim e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grande e firmes que não sabes.

Clame a Deus pelo seu cônjuge  sem espirito de contenda, cobrança ou recriminação e competição. Entenda que nessa situação, ele mesmo esta perdido, precisando da orientação de Deus.
Seu esposo precisa da presença de Deus em sua  vida.
O homem que não assume a sua responsabilidade como marido, conforme escrito acima, ainda esta longe da presença de Deus.
Muitos ainda estão como Jó no inicio de sua carreira: Te conhecia de ouvir falar.
Muitos maridos ainda não tiveram um encontro real com Cristo.
Não compreenderam o valor e a importância da família como a resplendor da glória do céu na terra.

Clame a Deus para a transformação de seu marido.
Peça a Deus que o Espirito Santo o convença.
Não desista jamais.

Quando o capitão do navio adoece, alguém tem que assumir o leme da embarcação.

Peço a você mulher sábia, conduza seu barco ao porto seguro, chamado Jesus Cristo, e apresente o capitão doente a Ele para que possa ser curado.

Deus vos abençoe.

Cuiabá-MT, 16 de Setembro de 2.013

Pr. Elias Souza