TRADUTOR

sexta-feira, 16 de maio de 2014

FAMÍLIA, PROJETO DE DEUS.



FAMÍLIA, PROJETO DE DEUS.

Deus institui a FAMÍLIA e estabeleceu no jardim do Éden, com a finalidade de proporcionar abrigo, segurança e servir a Deus e ao próximo.
E com que finalidade Deus criou o homem e a mulher para constituir a família?
Porque ele desejava uma descendência consagrada. Malaquias 2:15
Porém, o homem e a mulher fracassaram no paraíso e foram expulsos, e logo os seus dois primeiros filhos sofreram as  consequências do pecado.
- Abel foi morto covardemente por seu irmão.
- Caim tornou-se homicida e fugitivo da presença de Deus.
Algum tempo depois, Adão e Eva geraram um novo filho, Sete.
Deus estabeleceu então o GOVERNO HUMANO, com a finalidade de proteger e dar segurança  a família.
Proteger a família de indivíduos influenciados e possessos por demônios, cujo objetivo é a destruição do projeto original de Deus.
Dar segurança para o desenvolvimento familiar e o crescimento em uma sociedade sadia, que servissem a Deus e ao próximo com amor, respeito, valorização visando o estabelecimento do Reino de Deus em suas vidas.
Mas, o governo humano também falhou e continua falhando.
Homens dominados pela síndrome de lúcifer (Isaias 14:13,14)  passaram a deter o poder e utilizaram do governo para beneficio próprio, tornando-se muitas vezes instrumentos de satanás para a destruição da unidade e do elo familiar.
Por ultimo, para a preservação e continuidade da família para concretizar o seu projeto original, que é uma semente de piedosos cujos nomes estão inscritos nos céus e que buscam uma nova pátria onde reina a paz, Deus, através de seu Filho Jesus Cristo, instituiu a mais forte e intrigante de todas as instituições.
Deus instituiu a IGREJA, conforme a declaração do próprio Cristo:
E sobre esta pedra (Jesus Cristo, o Filho do Deus vivo) edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; Mateus 16:18.
A família, através da Igreja, passou a receber proteção:
- Espiritual, através do ensino do perdão e remissão dos pecados através do sacrifício vicário de Jesus Cristo e seu sangue que purifica (I João 1:9).
- Emocional,  por se tornar templo e habitação do Espírito Santo de Deus, todas as suas vontades, atitudes, sentimentos e desejos passariam a ser controlados pelo Espírito Santo, pois, sendo cheio (Efésios 5:18),  o pecado não tem mais domínio sobre o homem (Romanos 6:14).
- Físico, pois além de oferecer proteção contra os homens maus e sanguinários, proporciona um ambiente de fraternidade e de comunhão, onde até mesmo as doenças são curadas pela manifestação e entendimento do projeto de Deus.
A Igreja do primeiro século cumpriu com maestria a responsabilidade de proteger  e fortalecer a família, o que pode ser visto no livro dos Atos dos Apóstolos, e nos demais ensinos da Sagrada Escritura.
Com o crescimento e o fortalecimento da Igreja, a mesma se desviou de seu foco principal, a família, pois se tornaram rica e poderosa, passando então a ser governada e dirigida por homens, que movidos pela síndrome de lúcifer, passaram a buscar poder e honrarias.
Muitos lideres perderam a visão espiritual, e movidos por um sentimento hedonista e humanista, tiraram o foco da família e passaram a focar exclusivamente no homem como o centro e detentor do poder.
Atualmente a visão está tão embaçada, que o próprio Deus, passou a ser considerado apenas como um doador e sendo obrigado a dar bens materiais ao homem.
Tanto a verdadeira adoração, como o projeto da família foi deixado de lado.
Quando a igreja deixa de investir e cuidar da família, suas bases são abaladas e passa a ser um grupo de homens carnais vendidos ao pecado e escravizados por satanás, e nas palavras do Apostolo Paulo: Se alguém não cuida dos seus e principalmente dos da sua família, é pior que o infiel e negou a fé (I Timóteo 5:8).
A família e a igreja não se separam, e a igreja existe por causa das famílias e não as famílias por causa da igreja.
A família é mais antiga.
A família e o alicerce da igreja.
Família saudável, igreja saudável.
Família forte, igreja fortalecida.
Família que comunga, igreja em comunhão.
Ou voltamos nossos olhos e esforços para a família, ou não mais poderemos partir do Pão da Ceia do Senhor, pois não há comunhão e sim competição.
Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?
Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais?
Pois, quem é Paulo, e quem é Apolo, senão ministros pelos quais crestes, e conforme o que o Senhor deu a cada um?
Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.
Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento.
Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.
Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.


Cuiabá-MT, 16 de Maio de 2.014.

Pastor Elias Souza & Quitéria